FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 10 de Março de 2017 às 08h37

Nutrição Enteral: 7 cuidados essenciais na hora de administrar a dieta

SAÚDE (56)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -

A Terapia Nutricional Enteral é uma importante aliada para assegurar uma resposta adequada ao paciente que não consegue ingerir a quantidade de nutrientes necessária para alcançar suas necessidades nutricionais. Trata-se de um método simples, seguro e eficaz que ajudará a melhorar a qualidade de vida e reduzir as infecções e complicações inerentes a desnutrição.

1. Armazene de maneira correta

As dietas enterais devem ser armazenadas em local seco, fresco, à temperatura ambiente e longe do calor. Quando colocadas nos frascos plásticos devem ser imediatamente administradas, caso contrário devem ir para o refrigerador, por um prazo máximo de 24 horas.

2. É importante cuidar a temperatura dos produtos na hora de administrá-los
A administração das dietas sempre deve ser feita com o produto em temperatura ambiente. Se a dieta estiver guardada no refrigerador, é necessário deixá-la em temperatura ambiente 30 minutos antes da administração e agitá-la antes de utilizar.

3. Cuidados de higiene
O cuidado com a higiene é muito importante para impedir que ocorra contaminação de microrganismos. Lavar as mãos com água e sabonete antes de iniciar a manipulação, secar com papel toalha descartável e finalizar com álcool 70%, tanto as mãos quanto a bancada e os utensílios.

4. O paciente deve estar posicionado corretamente para evitar riscos
A posição do paciente é essencial para evitar intercorrências. Se o paciente não estiver acamado mantenha-o sentado durante toda administração da dieta e por mais 20 a 30 minutos após a infusão. Caso o paciente esteja acamado, eleve a cabeceira da cama de 30 a 45 graus durante a administração da dieta e também mantenha desta forma por mais 20 a 30 minutos após a infusão.

5. Cuidado com medicamentos pela sonda
Quando houver medicamentos com administração pela sonda, deverá ser feita em bolus com seringa, preferencialmente medicamentos na forma líquida.

6. Higienização da sonda
Não esqueça de lavar a sonda antes e após a administração dos medicamentos para evitar a sua obstrução. Recomenda-se a administração 1 hora antes ou 2 horas depois da dieta para evitar interações indesejadas.

7. Hidratação é fundamental
Em caso de desidratação causada por vômitos, diarreia ou febre controle a administração e eliminação de líquidos, tenha atenção nas alterações da pele e administre a quantidade de líquidos recomendada pela equipe de saúde que acompanha o paciente.

É importante seguir corretamente as orientações, pois se a alimentação for insuficiente tanto em quantidade como em qualidade, ocorrerá a deficiência de nutrientes essenciais para a recuperação da saúde e por consequência perda de peso. A terapia nutricional enteral fornece todos os nutrientes essenciais à recuperação e à manutenção da saúde.

Conheça nossa linha de produtos para nutrição enteral. Acesse www.nutrir-sc.com.br

Veja também

AQUELE DESCONFORTO CHAMADO DIARREIA29/03/19 A sequência de três evacuações ou mais, de fezes líquidas ou semi pastosas, é classificada como diarreia. Durante esse processo o organismo perde muitos eletrólitos (pincipalmente sódio e potássio) e líquidos, e ainda, faz com que bactérias patogênicas sobressaem causando um desequilíbrio na flora intestinal. Algumas......
DISBIOSE INTESTINAL15/02/16 A flora intestinal saudável mantém o equilíbrio entre bactérias boas e ruins. No entanto, algumas situações comuns da vida moderna podem interferir nessa harmonia. Má alimentação, sedentarismo e......
SÉRIE – PREPARANDO SEU PACIENTE PARA A CIRURGIA21/08/19Importância da consulta pré-anestésica Esta consulta é valiosa importantíssima. o anestesista irá avaliar as condições físicas do paciente para melhor selecionar o tipo de anestesia, sempre tendo em vista o procedimento cirúrgico......

Voltar para BLOG