FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 05 de Outubro de 2019 às 10h59

INTOLERÂNCIA A LACTOSE, E AGORA?

SAÚDE (60)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -

É estimado que 75% dos indivíduos ao redor do mundo apresentam hipolactasia ou alguma redução da atividade da lactase, especialmente durante a fase adulta. 

A lactose é um dissacarídeo (β-galxtosil-1,4-glicose) que, quando ingerida, é hidrolisada em 2 monossacarídeos (glicose e galactose) que são absorvidos via transporte ativo. Esta hidrólise ocorre por meio da enzima lactase, presente nas vilosidades intestinais.
A presença excessiva de lactose no lúmen intestinal devido à deficiência de lactase (hipolactasia) cria um gradiente osmótico, no qual água e sódio são secretados no lúmen do intestino delgado, aumentando o volume e reduzindo a consistência do conteúdo intestinal, acelerando, assim, o trânsito gastrointestinal. Desta forma, a lactose alcança o colón, onde é fermentada por bactérias. Essa digestão produz ácidos graxos de cadeia curta e gases (incluindo dióxido de carbono, metano e hidrogênio), podendo promover sintomas gastrointestinais. A presença de sintomas abdominais devido à pobre absorção de lactose, observada em alguns pacientes, define clinicamente a intolerância à lactose. 

O tratamento da intolerância a lactose consiste em controle dos sintomas, envolvendo reeducação alimentar, com restrição no consumo de leite e derivados, consumo de produtos pré-digeridos e/ou terapia de reposição de enzimas via ingestão exógena de lactase.

Conheça mais através do link https://www.nutrir-sc.com.br/_loja_/p/11352

Veja também

DEFICIÊNCIAS NUTRICIONAIS PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA11/04/16 O paciente obeso já é considerado normalmente em risco para deficiências nutricionais e, apesar da alta ingestão calórica, pode não atingir algumas DRIs (Dietary Reference Intakes) pela baixa qualidade nutricional da dieta. Dietas com alta ingestão de gordura (>30%) estão associadas à redução de ingestão de vitaminas A, C e......
NUTRIENTES ESPECÍFICOS = PERFEITA CICATRIZAÇÃO02/03 A nutrição é destaque quando o assunto é à recuperação do estado nutricional durante o processo de cicatrização e regeneração tecidual. COLÁGENO O colágeno......
SÉRIE – PREPARANDO SEU PACIENTE PARA A CIRURGIA21/08/19Importância da consulta pré-anestésica Esta consulta é valiosa importantíssima. o anestesista irá avaliar as condições físicas do paciente para melhor selecionar o tipo de anestesia, sempre tendo em vista o procedimento cirúrgico......

Voltar para BLOG