FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 18 de Julho de 2016 às 17h27

GLUTAMINA É UM AMINOÁCIDO CONDICIONALMENTE ESSENCIAL

SAÚDE (60)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -

Glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial, ou seja, ela é sintetizada pelo organismo, mas, em condições especiais, torna-se necessária sua ingestão. O músculo esquelético é o principal tecido envolvido na produção e liberação do aminoácido para a circulação sanguínea.

É o aminoácido mais abundante do corpo, representa cerca de 60% do total de aminoácidos livres intracelulares. Tem despertado interesse no campo científico devido à sua capacidade de interferir no funcionamento de células do sistema imunológico.

Os macrófagos utilizam glutamina para realização da função fagocítica e citotóxica. Esse aminoácido, também, é utilizado em altas taxas para proliferação de linfócitos e atividade fagocítica de neutrófilos, pois é fonte energética para estas células, bem como para os enterócitos e células epiteliais do intestino. Igualmente, pode contribuir na redução da síntese de citocinas pró-inflamatórias.

A glutamina atua como precursora da síntese da glutationa por meio de sua conversão em ácido glutâmico, um dos três aminoácidos necessários para a produção endógena da glutationa. Em condições clínicas de enfermidades, as concentrações de glutamina encontram-se reduzidas. E, frente a isso, a suplementação de glutamina tem se mostrado eficaz para a redução de sintomas de doenças inflamatórias e proteção aos efeitos prejudiciais do estresse oxidativo devido, principalmente, à propriedade antioxidante da glutationa.

O aminoácido, também, desempenha papel importante na integridade da mucosa intestinal, pois reduz a translocação bacteriana e, assim, contribui para a redução do risco de infecções. Além disso, a glutamina como suplemento pode auxiliar na proteção contra choque séptico, por evitar o esgotamento das concentrações de glutationa.

Ademais, nas situações de estresse agudo, em que ocorre o aumento dos níveis plasmáticos de corticosterona, exacerbação da gliconeogênese, causando degradação e liberação de aminoácidos para a corrente sanguínea, a glutamina é um dos primeiros aminoácidos mobilizados do meio intra para o extracelular, em resposta ao estresse, com o intuito de regular o desequilíbrio.

Fonte: Vitafor Science

Encontre em nossa loja online Glutamax. Um módulo composto pelo aminoácido L-glutamina puro e isolado, através do link www.nutrir-sc.com.br/_loja_/p/11521/glutamax

Veja também

SÍNDROME DO INTESTINO CURTO28/03/19 A Síndrome do Intestino curto é uma desordem causadora de má absorção, decorrente da remoção de uma grande parte do intestino delgado. Esse procedimento cirúrgico geralmente ocorre devido a doença de Crohn, enterite, câncer, deficiências congênitas, dentre outras patologias. Seus principais sintomas são: diarreia,......
DEFICIÊNCIAS NUTRICIONAIS PÓS-CIRURGIA BARIÁTRICA11/04/16 O paciente obeso já é considerado normalmente em risco para deficiências nutricionais e, apesar da alta ingestão calórica, pode não atingir algumas DRIs (Dietary Reference Intakes) pela baixa qualidade nutricional da......
IMPORTÂNCIA DA NUTRIÇÃO NO TRATAMENTO DO CÂNCER24/06/16 Todos os métodos de tratamento do câncer visam eliminar as células cancerígenas, porém eles acabam afetando também algumas células sadias. Dessa forma, o paciente em tratamento pode apresentar alguns......

Voltar para BLOG