FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 12 de Setembro de 2016 às 16h41

Cuidado Nutricional Em Feridas Crônicas

SAÚDE (62)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -

Desde o momento em que nascemos sabemos da importância da nutrição no nosso desenvolvimento e manutenção da saúde. Um paciente bem nutrido apresentará melhores condições para sua recuperação e terá menor propensão ao aparecimento de novas enfermidades.

Quando falamos de cuidados com feridas, devemos também nos preocupar com a oferta proteica na dieta deste paciente porque a proteína desempenha função estratégica na cicatrização de feridas. A desnutrição proteico-calórica é um dos principais fatores que influenciam a cicatrização de feridas, sejam elas agudas ou crônicas. Um estado nutricional depauperado influencia o tempo de cicatrização em pacientes com úlceras de pressão profundas.

A nutrição é essencial em todas as etapas do tratamento, sendo principalmente importante quando falamos de tratamento de feridas. Sabemos que: cerca de 95% das úlceras por pressão (UPP) são evitáveis; um dos fatores que estimulam o aparecimento das UPP é a desnutrição; as proteínas tem papel essencial na recuperação e prevenção de feridas.. A utilização de terapia nutricional com nutrientes imunomoduladores e maior teor de proteínas está recomendada no tratamento de pacientes com UPP.


Milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de feridas crônicas. Esses pacientes ficam com sua qualidade de vida comprometida, necessitam de cuidados especiais e tratamento de longa duração. O cuidado com o paciente é um dos fatores chaves para o sucesso do tratamento. 

Veja também

TERAPIA NUTRICIONAL NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS03/05/16 A cicatrização de feridas nem sempre é um processo linear, podendo progredir e regredir ao longo das fases, dependendo de vários fatores intrínsecos e extrínsecos. A nutrição é o alicerce da......
NOVAS EVIDÊNCIAS EM FÓRMULAS PARA ALERGIA AO LEITE DE VACA28/11/17 Nas últimas décadas, houve um aumento epidêmico de doenças alérgicas. A alergia ao leite de vaca (ALV) é uma condição comum em crianças, com incidência em torno de 2 a 7,5% do primeiro ano de......

Voltar para BLOG