FALE CONOSCO
49 99122.9001
Central de Atendimento
(49) 3304 4757 . sac@nutrir-sc.com.br
Postado em 17 de Março de 2017 às 14h01

Cirurgia Bariátrica: O que você não deve fazer após a Cirurgia.

SAÚDE (62)
  • Nutrir Nutrição Enteral e Suplementação -


A cirurgia bariátrica vem se destacando em todo o mundo. É um tipo de procedimento que, além de contribuir com uma considerável perda de peso nos pacientes, auxilia no combate e no controle de várias comorbidades: hipertensão, diabetes, colesterol, apneia do sono, problemas ortopédicos, entre outros.
Passar por um procedimento cirúrgico e emagrecer muitos quilos rapidamente pode parecer mágica, mas não é. Para garantir o sucesso da cirurgia e prolongar os benefícios provenientes da cirurgia é muito importante que se mantenha a disciplina e o comprometimento. Diante disso não se deve:

1. Abandonar o acompanhamento multidisciplinar após a cirurgia: o objetivo principal da cirurgia não é somente a perda de peso, mas sim melhorar a saúde como um todo com o controle das comorbidades associadas. Tudo isso será prejudicado se o paciente, por algum motivo, abrir mão do acompanhamento multidisciplinar de nutricionista, de psicóloga e atividade física supervisionada.

2. Evoluir dieta por conta própria: no período pós-operatório é comum que o paciente tenha que fazer uma dieta restritiva, a fim de adaptar o seu corpo às novas condições. A consistência da dieta e a introdução de alimentos é evoluída de acordo com as condições clínicas e nutricionais de cada paciente. Novos hábitos alimentares também são essenciais, como comer várias vezes ao dia em porções menores, podendo tomar café da manhã, almoçar e jantar e intercalar lanches entre as refeições.

3. Deixar de tomar os polivitamínicos e minerais indicados pela equipe: Após a cirurgia bariátrica as deficiências nutricionais podem ocorrer pela menor ingestão de alimentos, devido à redução do estômago, e/ou pela diminuição da absorção dos nutrientes – as quais podem variar conforme o tipo de cirurgia. Os polivitamínicos também são indicados de acordo com as condições clínicas, laboratoriais e nutricionais dos pacientes, mas todos devem continuar tomando por toda vida em função dos processos absortivos alterados na cirurgia. Deficiências vitamínicas e minerais podem levar a várias complicações nutricionais, fisiológicas e metabólicas. Os sinais e sintomas que geralmente podem ocorrer destas deficiências são: queda de cabelo, unhas quebradiças, anemia, fraqueza, cansaço, pele ressecada, “formigamento” das extremidades (braço/mãos e pernas/pés), e algumas vezes déficit de memória.

4. Ingerir bebidas alcoólicas: O consumo de álcool não é recomendado pelo alto valor calórico e pelo efeito potencializado pelas mudanças que o organismo passa. A velocidade de absorção é maior no paciente submetido ao bypass gástrico: os efeitos da bebida aparecem de forma mais rápida e acentuada, sem contar que a ingestão pode interferir diretamente no controle do peso.

5. Voltar a ter os hábitos antigos: A mudança de comportamento não é uma tarefa fácil, mas uma equipe multidisciplinar capacitada para o atendimento desses pacientes pode tornar o. processo mais fácil e sustentável. O reganho de peso geralmente vem quando a pessoa retoma aos seus hábitos antigos Sedentarismo e Má alimentação. Hábitos alimentares saudáveis e atividade física devem estar presentes no dia a dia, conseguindo manter isso tudo será conduzido de uma maneira adequada e benéfica ao organismo.


Karyne Kreuz
Nutricionista Clinica Liven

Conheça nossa linha para pacientes de cirurgia bariátrica: nutrir-sc.com.br/_loja_/_tag_/1378/cirurgia-bariatrica

Veja também

MUITAS CRIANÇAS SOFREM DE PROBLEMAS GASTROINTESTINAIS EM ALGUM MOMENTO DA SUA VIDA28/07/16 Os problemas gastrointestinais podem variar de refluxo a constipação, e variam muito em termos da gravidade e duração da doença. Fica claro que a solução nutricional adequada pode desempenhar um papel fundamental na melhoria do estado geral e da qualidade de vida da criança. Distúrbios gastrointestinais pediátricos referem-se a uma......
GLUTAMINA A FAVOR DO SISTEMA IMUNE27/04 A glutamina é o aminoácido livre mais abundante do organismo, sabe-se que muitos tecidos e células do organismo utilizam altas taxas de glutamina para exercer suas funções. Das funções da glutamina no......
SUPLEMENTAÇÃO VITAMÍNICA PARA PACIENTE BARIÁTRICO18/12/15 Por que usar suplemento vitamínico de absorção oral? Manter o tratamento do paciente com qualquer suplemento vitamínico pode ser difícil. A deficiência nutricional, como resultado de uma cirurgia......

Voltar para BLOG